• Sirlo Oliveira

Movimento FIRE: saiba como funciona, se é viável e mais!

Atualizado: 30 de mai.

O movimento FIRE já deu o que falar no mercado financeiro fora do Brasil e é cada vez mais pesquisado por investidores de nosso país, que desejam alcançar a independência financeira muito antes da 3ª idade. Se você é um deles, venha conhecer o pensamento que tem como objetivo permitir que se aposente aos 40 anos.


Buscando oferecer as informações mais completas sobre oportunidades que envolvem o mercado financeiro, o blog da EA Banking School trouxe as respostas sobre esse movimento, como ele funciona, de que maneira o sistema funciona e mais. Para descobrir tudo isso, confira o conteúdo!


Movimento FIRE o plano para se aposentar mais cedo!

O que é o movimento FIRE?


O movimento FIRE é uma sigla para "Financial Independence, Retirement Early", que em português pode ser traduzido como "Independência Financeira, Aposentadoria Cedo" e, apenas com essa informação, já é possível entender o objetivo de quem segue essa ideia.


Essa é uma forma de pensamento que utiliza a redução de custo de vida e o investimento no mercado financeiro para buscar acumular recursos suficientes para se aposentar aos 40 anos. Para isso, você deve investir a verba que poupa em fundos de renda fixa, renda variável ou outros investimentos que possam dar um bom retorno a longo prazo.


O movimento defende que você se dedique ao máximo na carreira entre os 20 e 30 anos, para que alcance essa independência financeira, faça cortes de gastos, e deixe de trabalhar para terceiros, podendo fazer o que realmente gosta sem precisar se preocupar com o dinheiro para os gastos básicos.


Como surgiu o movimento FIRE?


Não podemos falar uma data exata que foi criado o movimento FIRE, no entanto, o livro que originou essa linha de pensamento foi "O dinheiro ou a vida" de Vicki Robin e Joe Dominguez, publicado em 1992 nos EUA. Neles, os autores transmitem aos leitores uma maneira de melhorar sua relação com o dinheiro por meio de 9 passos explicados no texto.


A sigla FIRE não foi citada dentro da obra, mas os pioneiros no movimento utilizaram as ideias de Robin e Dominguez para iniciar a discussão sobre o método de alcançar a independência financeira até os 40 anos. Esse debate iniciou-se em blogs e fóruns online, somando inúmeros adeptos do início dos anos 2000 até hoje.


Atualmente existem sites e blogs em que os participantes do movimento relatam suas vivências, dividem experiências e dicas para conseguir poupar ainda mais.


Conheça a base do movimento FIRE!


Para aderir ao movimento FIRE, é necessário entender primeiro quais são os conceitos que baseiam essa ideia. Eles são o que definem o modo de vida dos investidores que estão buscando como se aposentar mais cedo a partir desse método. Confira quais são os princípios do Financial Independence, Retirement Early:

  • consumo consciente: para economizar o máximo que podem, os adeptos do FIRE buscam uma vida de anticonsumismo, buscando o mínimo possível gastar com itens não essenciais;

  • controle de todos os gastos: analise e gerenciamento de todos os gastos no dia a dia, sempre buscando uma forma de reduzir ainda mais esses números. Os participantes costumam anotar tudo o que compraram ou pagaram como uma meta a ser reduzida no próximo mês;

  • redefinição de prioridades na vida: o movimento defende que modifique os seus objetivos e costumes para conseguir investir mais. Por exemplo, escolha gastar mais horas até o trabalho se isso significar que poderá poupar o dinheiro que gastaria com o uso do carro;

  • empreendedorismo: além de seu emprego regular, busque formas de empreender e conseguir uma renda extra para potencializar ao máximo seus ganhos.

Para seguir este preceito de potencializar seus ganhos, dê uma olhada no conteúdo sobre Pairs Trading e aprenda mais sobre um mercado superlucrativo!


Como funciona o movimento FIRE?


Não existe um consenso entre todos os praticantes desse estilo de investimento sobre qual a exata regra que deve seguir para que o FIRE funcione. Mas, mesmo com as particularidades de cada pensamento, todos eles possuem um procedimento em comum para atingir seu objetivo de se aposentar mais cedo.

Confira como funciona!

  1. Você deve começar jovem a fazer as mudanças em seu orçamento e todos os cortes necessários para viver com o mínimo de recursos financeiros que puder;

  2. Busque por um emprego com boa remuneração e aceite fazer sacrifícios com horários ou cargos para que consiga juntar o máximo que puder;

  3. Separe todos os meses uma parte de seu salário;

  4. Busque uma carteira de investimentos de longo prazo com ganhos exponenciais e não retire nenhum valor dessas aplicações, a menos que seja para fazer um negócio melhor;

  5. Calcule mensalmente o montante que possui, incluindo os rendimentos de seus investimentos e redefina quanto precisará juntar para se aposentar até os 40 anos;

  6. Sempre que possível, aumento o valor poupado a cada mês.

Seguindo estes passos, terá juntado uma quantia suficiente para se tornar independente financeiramente e poderá se aposentar mais cedo do que imagina. É claro que este plano não é para quem deseja manter uma vida de luxos, viagens e extravagâncias. No entanto, você poderá se manter com um cotidiano tranquilo e dedicar seu tempo ao que realmente gosta.


A maior variação de ideias entre os investidores que aderem ao método FIRE é a quantidade de dinheiro guardada a cada mês. Enquanto alguns poucos defendem que você deve poupar cerca de 40% de sua renda, grande parte dessas pessoas sustentam o argumento que, para conseguir verdadeiramente sua independência em 15 ou 20 anos, é necessário guardar 70% do salário que recebe.


Essa afirmação é o que faz muitas pessoas desistirem de aderir a essa forma de investimento. Saiba os motivos!


Afinal, o movimento FIRE é viável? Quais as críticas a ele?


A verdade é que, se você quiser seguir à risca o que é determinado pela maior parte da comunidade dos investidores FIRE, pode ser que esse método não seja viável. É claro que isso irá depender de suas atuais condições financeiras, possibilidades de renda extra e até flexibilidade na rotina para modificar tanto o estilo de vida e reduzir gastos.


No entanto, para muitos jovens (que são o público para qual o movimento FIRE foi pensado inicialmente) não é possível poupar 70% da renda mensal para investir.

Por exemplo, segundo os dados divulgados pela CNN, o salarial médio do Brasil em 2021 foi de R$ 1.149,00. Para alguém que recebe essa quantia, o valor a ser guardado mensalmente deveria ser R$804,30, o que corresponde aos 70% indicados pelos investidores FIRE. O que significaria que essa pessoa deve passar todo o mês com R$ 344,70 para suprir suas necessidades.

Neste cenário, o movimento FIRE, de fato, não é aplicável.

No entanto, se você já possui uma estabilidade financeira maior, recebe um salário que torna possível poupar uma parte tão grande de seus ganhos sem ter prejuízos à sua saúde física e mental, essa pode sim ser uma opção para sua busca sobre como se aposentar mais cedo.


Uma saída encontrada por muitas pessoas – e que pode ser vantajosa para você – é a transição de carreira para trabalhar como agente autônomo do mercado financeiro e, dessa forma, potencializar seus ganhos para tornar possível aderir a este movimento e seguir com tranquilidade até os 40 ou 50 anos, alcançando sua independência muito antes do que conseguiria com a aposentadoria tradicional.


Inclusive, aqui no blog já falamos sobre como mudar de profissão – e de vida! – aos 30 anos. Acesse o conteúdo e saiba de que maneira é possível realizar essa transição!

Utilize todos esses dados sobre o movimento FIRE para refletir se esta é ou não uma boa opção para sua carteira de investimentos e seus objetivos de vida. Para encontrar ainda mais materiais sobre o mundo financeiro, não deixe de acompanhar o blog da EA Banking School!