ea-banking-school-logo.png

O caminho verdadeiro para a independência financeira



Nossa jornada profissional envolve sempre muita luta em busca de satisfação, reconhecimento e, acima de tudo, uma vida mais próspera, que garanta mais tranquilidade e despreocupação. A busca pela independência financeira nunca foi tão discutida quanto nos dias de hoje, em que as transformações no paradigma do trabalho se tornaram um dilema no planejamento de muitas pessoas.


A importância da busca pela independência financeira


Com o aumento do acesso público ao mercado financeiro, realizar projetos de médio a longo prazo que envolvem patrimônio se tornou cada vez mais possível, o que, por sua vez, tem gerado uma mudança no mindset de muitas pessoas que querem garantir mais oportunidades para curtir a vida com menos preocupações.


A busca pela independência financeira deve ser considerada um projeto de vida, uma vez que envolve uma mobilização de saberes, disciplina, planejamento e uma motivação extra para a busca de excelência profissional.


Muitas profissões, apesar de cada vez menos desgastantes fisicamente, se tornam estressantes, e o estresse, a depressão e a ansiedade são as doenças do século XXI que exigem um cuidado enorme pela preservação da saúde integral durante idades mais avançadas.


Uma das formas de ter mais bem-viver é deixar para trás aquele desespero de transitar de salário entre salário com medo de falhar e se perder financeiramente. Ter independência financeira é um caminho para ter mais tranquilidade e estabilidade, além de ter maior tempo para cuidar de outros setores da vida pessoal e familiar.

Criar patrimônio é uma ótima oportunidade de poder aproveitar as novidades que chegam no mercado de investimento e se tornar um player mais avançado.


Como atingir a independência financeira


Existem muitas concepções erradas sobre esse tema. Muitos dizem que esse projeto de vida é para poucos, outros que exige um grande aporte inicial, mas nada disso é verdade; qualquer pessoa pode e deve buscar por sua independência financeira, e é possível começar com pouco.


Imagine que existem 3 fatores principais relacionados ao investimento para se tornar financeiramente independente: valor, rentabilidade e tempo.


É possível operar sobre cada um dos diferentes fatores: você pode começar com um grande investimento, o que exige já ter um patrimônio; você pode fazer investimentos de alta rentabilidade, o que exige conhecimentos profundos, além da disposição ao risco; ou você pode começar a investir com tempo e garantir seus proventos no longo prazo.


Cada pessoa busca o alvo mais adequado a sua realidade, mas esse objetivo é possível para todas.


Indiferente de sua tática, é fundamental ter em mente os seus objetivos, suas disposições e como vai se desenvolver seu projeto. Um propósito é fundamental para amarrar e inspirar sua jornada.


As etapas rumo à independência financeira


O projeto de independência financeira acontece em pequenas etapas que costumam estar sincronizadas com as próprias fases de nossa vida:


Fase de acumulação:


Para começar a acumular capital é importante dispor de meios para tal. O primeiro passo é ter instrução, por isso a profissionalização e os estudos são fundamentais para se preparar. Entre os estudos a noção financeira e noção da própria dinâmica econômica é importante para criar um entendimento e senso de progressão. Esses pontos, inclusive, são levantados também em nosso texto "A importância das certificações no mercado financeiro", que recomendamos a leitura!

O ingresso no mercado de trabalho costuma ter baixa remuneração e altas chances de aprendizado e mobilidade.


Esse é um momento de trabalhar duro e aprender muito, e que muitas vezes acontece simultâneo à especialização acadêmica e a constituição de família. Tudo isso implica em gastos grandes, e é nesse momento que a importância de poupar se revela.


Diferença entre economizar e poupar


Existe uma diferença fundamental entre economizar e poupar. A economia é a otimização dos gastos, diminuindo desperdícios para que possa sobrar dinheiro para, então sim, sermos capazes de poupar.


Poupar é a função de reservar valor de alguma maneira. Seja através de poupança, investimentos em produtos financeiros, imobiliários e muitos outros tipos.

É a poupança o caminho para criar capital investidor que oportunize o acúmulo de patrimônio.


Cuidados com o patrimônio


As taxas de juros de dívidas caminham muitos e muitos passos à frente das taxas de remuneração, então, além de se tornar uma pessoa mais disciplinada e econômica, é importante liquidar suas dívidas. Esse é o passo chave para ter o caminho livre em direção à blindagem do seu patrimônio.


A fase de investimento


Depois dos gastos iniciais e da fase inicial da jornada profissional, é natural se atingir um momento de relativa estabilidade, em que a disposição de poupança cresce na medida em que se adota um perfil mais conservador. Esse é o momento chave de contar com a consultoria de um planejador financeiro que ajude a projetar meios de proteger e multiplicar seu patrimônio.


Você também pode se especializar na área caso goste do tema e tenha um interesse pessoal ou mesmo profissional no assunto, já que essa é a profissão que mais cresce no setor financeiro mundial.


Escolha produtos financeiros relacionados ao seu perfil e seu foco de investimento, que podem ir desde a renda fixa até fundos de investimento em índices, ações e diferentes operações de derivativos, de acordo com sua experiência, disposição ao risco e taxa média de poupança.


Você pode ir modulando e readequando seu portfólio conforme diferentes ativos vão sendo liquidados. O mais importante para quem conta com o fator tempo é começar o quanto antes.


A fase de independência de curto prazo


Antes de atingir a etapa de remuneração de seus investimentos, um marco importante é saber que é capaz de ter uma independência relativa em curtos períodos – de alguns meses caso não receba salário. Isso é importante tanto para garantir um fundo de emergência quanto para viabilizar oportunidades de formação profissional.


Atingindo a fase de remuneração


A jornada até sua fase de remuneração pode tomar diversos caminhos, mas é certo que a disciplina e o bem-viver terão se tornado padrões, de maneira que a inteligência financeira ajude a evitar endividamentos ou extravagâncias fora do mapa, sempre com cautela.


A independência financeira é muito importante para evitar o risco de se tornar dependente ao envelhecer e ter de recorrer à empréstimos e outros procedimentos comprometedores para a renda.


A EA Banking School apoia o projeto de independência financeira com os melhores cursos de certificação, para seguir uma carreira promissora e se tornar um investidor capacitado, e aqui em nosso blog, você encontra conteúdos especializados sobre esse universo todas as semanas!