• Roberto Cazzetta

Entenda o que é lâmina de fundo de investimentos, sua função e mais!

Atualizado: 25 de abr.

Você provavelmente já ouviu falar sobre a lâmina de fundo de investimentos, certo? Esse documento é indispensável para quem deseja acompanhar as operações nos ativos e ter uma visão mais estratégica para realizar suas próximas transações.


Utilizar esse aparato pode ser decisivo para alcançar o sucesso em seus novos investimentos e é por isso que a EA Banking School preparou um post completo sobre o assunto. Desta forma, poderá começar a utilizar essa ferramenta na hora de escolher próximas movimentações!


Continue a leitura e venha aprender mais sobre o mundo dos investimentos com quem é especialista nessa área!


O que é lâmina de Fundos de investimento e como analisá-la?

Afinal, o que é lâmina de fundo de investimentos?


De maneira simples, podemos dizer que essa lâmina é um resumo administrativo que contém as principais informações sobre o funcionamento e características de um fundo de investimentos. Esse documento é como um guia para os operadores do mercado financeiro, uma vez que possui um alto volume de dados dos mais diversos tipos sobre aqueles ativos.


Sabemos que a maioria das pessoas que acompanham as publicações de nosso blog já estão familiarizadas com os principais termos do mundo bancário, mas também existem aqueles que estão iniciando agora nesse mercado. Por isso, vamos começar relembrando o que exatamente são os fundos de investimentos para depois conseguir esclarecer como funciona a lâmina, combinado?

Fundos de investimentos são conjuntos de recursos aplicados por um grupo de pessoas ou instituições que se unem – de maneira legal – para investir em determinada área do mercado de ativos. Esse movimento traz uma vantagem para os participantes que fazem aplicações em títulos dos mais diversos.

Caso queira aprofundar seus conhecimentos nesse tema, recomendamos a leitura do nosso post "Fundos de investimentos: opções para diversificar sua carteira"! Vamos agora entender para que servem os documentos que estamos tratando no conteúdo de hoje!


Para que serve uma lâmina de investimentos?


Imagine que está querendo comprar um computador novo para trabalhar. Você tem diversas opções, modelos, potências e sistemas diferentes para escolher. Como irá saber qual o mais recomendado para o tipo de uso que terá se não conferir a ficha técnica de cada um deles? O mesmo vale para o mundo dos ativos e títulos financeiros!


As lâminas de fundo de investimento são fichas técnicas, resumos que servem para um novo investidor conhecer o funcionamento daquelas ações. Dessa maneira, ele poderá entender quais os riscos que envolvem aquele mercado, quanto poderá ganhar com aquela operação, quais as regras desse segmento e outros detalhes.


Com todas essas informações você poderá decidir, de maneira segura e analítica, se aquele fundo de investimentos é a melhor escolha para sua carteira nesse momento, ou se é melhor optar por outro. Ter essa visão poderá te poupar gastos com ações que não serão realmente vantajosas e focar em outras que trarão retornos maiores.


Se ainda não sabe definir quais os investimentos bons para sua estratégia, confira nosso post sobre como definir seu perfil de investidor e aprenda de forma fácil!


Quais informações que uma lâmina de fundo de investimentos deve ter?


Existem normas e diretrizes para que essas ferramentas estejam sempre atualizadas e com todas as informações necessárias para investidores que desejam iniciar em algum novo fundo. A CVM (Comissão de Valores Imobiliários) é a entidade governamental responsável por regulamentar esses documentos, e além de observar sobre as renovações de dados, ela lista qual o conteúdo que todas as lâminas devem conter.


Confira agora quais as informações que esses guias devem conter e a ordem que devem ser apresentados!

  • público-alvo: quem são as pessoas ou instituições que aquele fundo de investimentos é destinado;

  • objetivos do fundo: qual a rentabilidade buscada por quem está gerindo o fundo;

  • política de investimentos: descreve a maneira que pretende-se alcançar os objetivos expostos. Quais serão os mercados explorados, os percentuais dos participantes, o limite de risco no qual o fundo está disposto a se expor, entre outros dados que se relacionem com esse tópico e são indispensáveis para novos investidores saberem;

  • condições de aplicação: quais são os horários para investimento e resgate de fundos, quantos dias dura a carência, o valor da taxa administrativa, cotas de entrada, saída, máximo de movimentações para os diferentes tipos de participantes, etc;

  • ativos da carteira: quais os tipos de investimentos que compõe essa carteira;

  • riscos: expõe a taxa de risco envolvida nesse fundo de investimento;

  • histórico de rentabilidade: qual a rentabilidade que já foi alcançada por esse fundo;

  • comparativo de rentabilidade e despesas: um exemplo com dados reais que permite o novo investidor entender se esse ou outro fundo é a melhor opção para ele investir;

  • simulação de gastos: para que seja possível entender e comparar as despesas a longo prazo que diversos fundos irão gerar;

  • políticas de distribuição: determina os parâmetros para prevenção de lavagem de dinheiro, obtenção de documentos para cadastros, adequação do fundo ao investidor, etc;

  • serviço de atendimento ao investidor: informações de contato para quem deseja tirar dúvidas, reclamar ou qualquer outro atendimento;

  • supervisores: expõe o órgão responsável por fiscalizar as movimentas do fundo, normalmente o CVM.

Além dessa lista de dados, existem algumas outras exigências que determinam que as lâminas de fundo de investimentos precisam ser atualizadas até o dia 10 de cada mês para que sempre fique constando os dados do mês anterior. Deve ser possível acessar esses documentos no site do fundo, em uma posição destacada e com livre acesso para qualquer pessoa.


Como analisar uma lâmina de fundo de investimentos?


Mais importante do que saber quais os dados precisam constar em um documento desse tipo, é entender como analisar as informações que estão disponíveis em um desses. Só assim você saberá quais dos fundos de investimentos que são bons para sua carteira e quais não deve entrar.

Descubra quais são os pontos que deve ficar atento quando estiver de frente a uma lâmina de ações!


1. Observe quais os objetivos do fundo


Os objetivos expostos no início de uma lâmina são os primeiros indicadores para saber se um fundo de ações é ou não compatível com seu perfil de investidor. As políticas descritas logo em seguida complementam essas informações e permitem uma análise ainda mais refinada sobre esse cenário.


Entenda se as metas desse grupo de investidores estão de acordo com as que traçou para sua carteira e também se os métodos, riscos e mercados que serão trabalhados também fazem sentido para seu estilo de operação. Caso a compatibilidade seja muito baixa, melhor já ir verificar outras possibilidades.


2. Analise o histórico de gestão


Caso esse conjunto tenha passo pelo primeiro crivo de eliminação, é o momento de analisar com mais profundidade sobre o desempenho e a rentabilidade que as estratégias adotadas até o momento estão tendo. Aqueles mercados escolhidos realmente estão trazendo lucros? Os riscos extrapolaram um limite aceitável e fizeram o grupo perder dinheiro?


Confira esses dados e, se achar que está tudo de acordo com o esperado, continue a analise para o último tópico crítico que pode fazer um fundo de investimentos sair de suas possibilidades!


3. Fique de olho nas taxas expostas


Os principais pontos de atenção nesse momento de análise são as taxas da operação. Por exemplo, se essa operação tiver uma taxa administrativa muito alta, você e os outros participantes terão um rendimento menor. Ou ainda se existe a taxa de performance, para casos em que a rentabilidade supere o teto previsto – esse tipo de cobrança pode alcançar até 20% de gasto.


Faça os cálculos dos mais diversos cenários possíveis para entender se as cotas cobradas nesse fundo irão representar grandes prejuízos, ou se elas estão de acordo com o esperado. Pular essa etapa pode te fazer ter algumas surpresas indesejáveis no momento de retirar seus lucros, por isso, não deixe de fazer essa verificação!


Use todas essas informações sobre o que é lâmina de fundo de investimentos, como elas se configuram e como analisá-las, para aumentar os ganhos alcançados com sua carteira de ativos. Acompanhe o blog da EA Banking School para aprender ainda mais sobre mercado financeiro e fique por dentro das melhores dicas para quem quer ter sucesso nessa carreira.


Veja também nosso conteúdo sobre Pairs Trading, outra forma de aumentar seus lucros nesse mercado!