• yveleda

Compliance e risco: quais alinhamentos você precisa entender

Atualizado: há 2 dias

Talvez você ainda não saiba, talvez você já esteja ciente, mas uma instituição que almeja o sucesso precisa estar atenta à gestão de riscos financeiros e isso é cada vez mais percebido pelo mercado. Essa ação será cada vez mais importante nos mais variados mercados financeiros do mundo, como em corporações de investimentos, seguros, bancárias e diversas outras, que têm procurado profissionais capazes de identificar meios de prevenir fraudes e qualquer outro possível risco.

A pergunta que muitos fazem é "em que isso me impacta?”.

Praticamente em tudo, porque com o crescimento da necessidade de combater ameaças ao faturamento, seguir alinhamentos de prevenção e correção e estar pronto para soluções rápidas e eficientes, são ações que os profissionais precisam cada vez mais saber tomar.

Portanto, para estar preparado para saber como, quando e de que maneira agir, o profissional necessita saber sobre o tema.

Vale a leitura, caso você não domine ele, não é?


O que é gestão de riscos?

A gestão de riscos é o conjunto de ações de uma empresa que visam administrar ações para o controle de danos em um possível prejuízo que possa impactar negativamente.

Não importa o segmento ou o setor de atuação, riscos operacionais e operações equivocadas podem se tornar um problema para os números finais do faturamento. Como se isso não fosse suficiente, ainda é necessário lidar com a imprevisibilidade do mercado consumidor, que pode mudar do dia para a noite a forma como os produtos ou serviços de uma marca são adquiridos.


Basicamente, podemos considerar uma estratégia que é resumida em um projeto de prevenção, que se antecipa a possíveis situações ou de ação, quando já há o prejuízo interno e o objetivo passa a ser a resolução.

É muito comum existirem problemas, afinal, o mercado financeiro é rodeado de possíveis riscos. Dentro de um cenário tão dinâmico e que exige tamanha preparação, é impossível deixar de tocarmos no assunto Compliance.


Como o compliance atua na gestão de risco?

Manter a casa em ordem é o que resume o compliance, isso porque ele se resume a uma série de atividades que garantem a conformidade dos processos da instituição. Mas também tem o viés de cuidado de seguir todas as legislações e requisitos jurídicos exigidos, destinados ao cumprimento das normas legais e ao combate de desvios éticos nas corporações. Outros pontos de destaque no compliance são:

  • a estratégia sempre terá foco nos valores e missão da instituição;

  • a transparência;

  • o bom relacionamento com clientes, fornecedores, investidores e toda a rede de contato e relacionamento da companhia;

  • a padronização dos processos;

  • total otimização dos recursos financeiros.


Atualmente, muitas empresas estão investindo no desenvolvimento de departamentos de compliance ou em consultorias contínuas junto a especialistas neste mercado, com foco em diversas áreas, como:

  • compliance empresarial;

  • compliance fiscal;

  • compliance socioambiental;

  • compliance trabalhista;

  • compliance tributário.


Como ser um profissional preparado para integrar as áreas e alinhar?

Estar alinhado à gestão de risco e ao compliance e uni-los é o principal pilar de exigências do mercado financeiro. Como pudemos perceber ao longo do texto, é mais que necessário para se ter uma jornada profissional de sucesso neste setor.

Para um conhecimento completo, é indicado uma especialização que direcione seus conhecimentos para as exigências que você encontrará no dia a dia de trabalho dentro do mercado financeiro. Foi pensando assim que a EA Banking School desenvolveu, em parceria com o Centro Universitário UniBTA, a Pós em Gestão de Seguros, Compliance e Riscos.

Além de trazer a base de tudo que você precisa para implementar o Compliance e a Gestão de Risco, você ainda se qualifica de maneira completa para um dos setores que mais buscam esses profissionais, que é a para atuação em seguros.

Um dos principais diferenciais desta especialização é que você se desenvolve teoricamente e tem a prática sendo direcionada por meio de profissionais de renome e larga experiência no setor, como:


Samy Dana

Mestre em economia, Doutor em administração e Ph.D. in business. Samy é professor e assina duas especializações na EA Banking School. Além disso, é head de conteúdo da Easynvest, apresentador do Investnews, conta com mais de 15 anos de experiência em consultorias na área e também é autor de vários livros ligados a finanças, economia e negócios.


Rafael Toro

Professor há mais de quinze anos, profissional CFP® e sócio-fundador da Bull Capital AAI, empresa vinculada à Corretora Mirae Asset, instituição financeira global que tem mais de R$ 2 trilhões sob gestão.




Átila de Conti

Sócio proprietário da AKVA Corretora, uma empresa franqueada da Prudential do Brasil e eleita uma das melhores franquias do país em 2018.




Sirlo Oliveira

Especialista em Ativos, Gestão Pública com foco em Gestão Bancária e Mercado de Capitais, atua na Caixa Econômica Federal há mais de 10 anos, é Gerente Empresarial e tem expertise em certificações financeiras.




Além deles, muitos outros professores especialistas em suas áreas compõem o corpo docente, como: Roberto Cazzetta, Adriano Fraga, Francisco Kraemer e muitos outros.

Agora, já podemos afirmar que você sabe o que é compliance e os motivos desta área estar ganhando tanta relevância no mercado financeiro? Para saber mais sobre a Pós-graduação em Gestão de Seguros, Compliance e Riscos, preencha seus dados abaixo e tenha acesso ao conteúdo programático.



Antes de ir, aproveite, também, para acompanhar todos os detalhes deste setor com a EA Banking School, por aqui, em nossos cursos e especializações e em nosso canal no YouTube.