• yveleda

Executivos seniores: saiba o que é CFO ou diretor financeiro!

Você sabe o que é CFO, o que esse profissional faz e quem ele é na ordem hierárquica corporativa? As atividades financeiras de uma empresa bem gestada são controladas pelo Chief Financial Officer.


Ao longo desse conteúdo a EA Banking School detalha as funções desse cargo, responsabilidades e objetivos, bem como pincela sobre os demais C-Levels da estrutura organizacional corporativa. Quer saber se você tem perfil para se tornar um diretor financeiro? Te fornecemos esse direcionamento também!




O que faz um Chief Financial Officer (CFO) ou diretor financeiro?


O Diretor Financeiro de uma empresa é o executivo sênior responsável por gerenciar as ações e estratégias financeiras de uma empresa. Ele faz parte dos C-Levels ou C-Suite corporativos.

Suas principais funções, são:

  • rastrear o fluxo de caixa da atividade empresarial;

  • definir o planejamento financeiro da empresa;

  • analisar os pontos fortes e fracos, financeiramente falando, de uma empresa;

  • supervisionar os índices financeiros empresariais;

  • e, a partir de todas as etapas acima, propor ações corretivas (pelo novo planejamento financeiro a ser implementado, se for o caso).

Para gerir o departamento financeiro de forma eficiente, o CFO tem de estar sempre de olho nas:

  • entradas;

  • saídas;

  • tesouraria;

  • controladoria;

  • contabilidade, e;

  • gestão de impostos.

Todas essas ações englobadas pelo Chief Financial Officer o permitem ter o controle total sobre a gestão financeira empresarial, de maneira a ter influência direta nos processos e procedimentos relacionados a finanças, resultados financeiros, quadro de sócios e até no preço da compra e venda de ações.


Esse profissional vai muito além do período de fechamento de finanças ou dos relatórios financeiros mensais, semestrais e anuais: o CFO entende a história por trás dos números que movem seu negócio, e possuem capacidade de analisar os riscos financeiros da atividade e bolar estratégias para evitá-los.


Entendendo a estrutura organizacional C-Level


Já que estamos falando do CFO, e ele é um profissional do alto escalão do executivo, pode ser interessante entender quais outros cargos adjacentes a este tem tanto poder hierárquico e decisório em uma empresa.


No mundo corporativo é bastante usual ouvirmos falar sobre os CEOs, COOs, CFOs e CFI, e no final das contas, os cargos e funções por trás dessas siglas passam despercebidos, afinal, é de conhecimento comum, ao menos, que todos eles são cargos de liderança. De fato, é isso, mas tem mais:


O uso da letra C para definir todos os cargos acima não é usada aleatoriamente visto que, em todos eles, ela significa "chief", "chefe" no bom e velho português. Logo, ser chefe é o mesmo que estar no topo do escalão empresarial.


Os executivos que ocupam cargos C-Level são os mais influentes dentro daquela atividade empresarial (e em todo o mercado negocial, para sermos justos).

Os cargos executivos de liderança são, então:

  • Chief Executive Officer (CEO): o rosto da empresa;

  • Chief Operating Offier (COO): responsável pelas estratégias operacionais diárias;

  • Chief Financial Officer (CFO): o controlador financeiro da empresa;

  • Chief Information Officer (CIO): o gestor ou diretor de TI de uma estrutura organizacional;

  • Chief Technology Officer (CTO): aquele que comanda o intranet empresarial;

  • Chief Marketing Officer (CMO): quem gerencia a marca empresarial.


Benefícios de ser um Chief Financial Office


O controle de qualidade do planejamento financeiro corporativo sempre foi muito importante, mas nos tempos atuais, o cargo de CFO tem ganhado maior necessidade em todo e qualquer negócio a fim de ser o braço direito do CEO, e essas são as maiores vantagens dessa profissão:

  • o CFO é um executivo sênior de alto nível, então seu salário segue esse nível (em grandes empresas, é possível ter remuneração de até 130 mil mensais;

  • frequentemente, essa posição é a mais alta de todo o mercado financeiro, e dentro da empresa pode ser até a terceira posição na hierarquia de controle;

  • com o CFO de qualidade, as normas financeiras legais serão seguidas ao mesmo tempo que o lucro empresarial aumenta.

Quais são os sete dons do CFO?


Para ser um Chief Financial Officer, você precisa ter o seguinte perfil:

  1. criatividade na medida certa;

  2. visão de longo prazo;

  3. ter os números da atividade empresarial na ponta da língua;

  4. priorizar recursos e saber conciliar interesses;

  5. estar sempre atualizado com a legislação e com o mercado financeiro;

  6. saber liderar;

  7. ser resiliente e maduro.


Como me tornar um Chief Financial Officer?


Se você já tem um o perfil de CFO (que trouxemos acima), é preciso então que seu currículo seja páreo às exigências do mercado para esse tipo de profissional com enorme poder decisório e de alto escalão.

Para ser um diretor financeiro, você precisa:

  • possuir diploma de bacharelado em contabilidade, economia, administração ou qualquer área correlata;

  • formações complementares são essenciais para engrandecer seu currículo e te preparar para os desafios do cargo, e o mais indicado (para começar) é um Master Of Business (MBA) nas mesmas áreas correlatas;

  • antes de chegar ao cargo de CFO, procure ocupar posições de controlador e tesouraria;

  • estude sobre gerenciamento de risco, fundamentos de orçamento, análise financeira, etc, como se sua vida dependesse disso;

  • trabalhe suas habilidades de comunicação;

  • entenda os benefícios da tecnologia para sua função (como sistemas integrados de gestão, computação na nuvem, SaaS, análise de big data, segurança cibernética, LGPD, etc);

Esperamos que esteartigo tenha sido um divisor de águas para você investir de uma vez por todas nos seus estudos a fim de tornar-se um CFO. Confira os cursos da EA Banking School!