ea-banking-school-logo.png

BRD: o que é e como investir nos Brazilian Depositary Receipt

Atualizado: Set 17


Conhecer o que é um BDR pode abrir uma série de oportunidades em seu caminho dentro do mundo dos investimentos. Hoje preparamos um conteúdo especial para você ficar por dentro desse produto, entendendo seus benefícios e como negociá-los.


O que é um BDR?


Muito se ouve sobre os índices NASDAQ, Dow Jones e outros que vivem determinando os rumos da economia internacional, e suas ações parecem aquelas opções mais consolidadas no mercado. Não é raro nos perguntarmos se não seria possível investir nelas de maneira descomplicada para reservar valor e, felizmente, a resposta é sim!


O chamado Brazilian Depositary Receipt, mais conhecido como BDR, é um produto de investimento, que garante o valor sobre uma determinada ação de bolsas de fora do nosso país.


Isso significa que com ele é possível ter direitos sobre a remuneração de uma determinada ação internacional.


O BDR é uma ação?


Não. O BDR é uma espécie de direito sobre uma determinada ação. Existem instituições que fazem a custódia de ações de outros países. Elas compram a ação que você escolher e a mantém guardada, em custódia para que você receba sua remuneração.


O BDR, basicamente, garante os mesmos direitos sobre a ação que os demais investidores, como direito a receber dividendo, mas também garante os mesmos riscos, já que lidam com ações que, apesar de muitas vezes consolidadas, são objetos de alta volatilidade também.


Entretanto, você pode negociar seu BDR no mercado de ações do Brasil livremente.


Os benefícios de comprar um BDR


De certa forma, seria possível abrir uma conta em corretora de outro país e adquirir suas ações de maneira direta, mas seria necessário comprar na moeda local, criar uma conta bancária especial, pagar impostos na moeda local, elaborar uma série de documentos e prestar contas regularmente para os órgãos estrangeiros. Um bocado de burocracia, não?


Já com um BDR você faz todas as operações em reais, com sua conta normal, em uma corretora local, com informações atualizadas pela empresa responsável por esse tipo de negociação, pagando IR sobre sua própria moeda. A margem de lucro e operabilidade são muito melhores.


Como funciona um BDR?


Os BDRs são recibos que garantem o direito a uma ação, que está depositada em custódia em uma instituição. O único emissor desse tipo de produto é a própria B3 do Brasil. Já há centenas de ações dessa categoria no mercado nacional e elas se dividem entre diferentes tipos:


Os BDR Patrocinados


Quando uma empresa vê boas oportunidades de investidores em um determinado país, ela mesma se prontifica de oferecer seus papéis naquela região.


A empresa estrangeira busca uma empresa de custódia e aciona a Comissão de Valores Mobiliários, faz o seu cadastro e se responsabiliza por oferecer informações e tirar dúvidas regularmente ao público daquele país.


Mas entre as ações patrocinadas, existem diferentes tipos:


Os BDRs patrocinados de Nível I são negociados apenas pelo balcão da bolsa e não nos pregões normais. Além disso, esse tipo não exige registro na CVM e costuma ter um volume bastante restrito, geralmente, adequado para investidores mais experientes e com maior aporte.


Já os de Níveis II e III podem ser negociados tanto no balcão quanto em pregão, e seguem as regras tradicionais de qualquer outra empresa emissora dentro do mercado de ações brasileiro. É importante que a empresa esteja bem assessorada por especialistas em investimentos e traga sempre informações atualizadas e transparentes para o órgão e seus investidores.


BDRs não-patrocinados


Os BDRs não-patrocinados, por sua vez, são trazidos por empresas do meio que se responsabilizam pela custódia, pelo repasse dos valores e também pela documentação e transparência junto ao CVM. Elas não representam as empresas em questão, apenas negociam seus papéis.


Quais os impostos sobre os BDRs?


Um dos grandes benefícios dos BDRs é poder pagar os impostos no Brasil. E como você receberá proventos mensais, é necessário gerar uma DARF e pagar o Imposto de Renda.


Atualmente, a legislação brasileira não cobra dividendos e esse é outro importante benefício de investir através dos BDRs ao invés de comprar papéis no exterior.


Além disso, os BDRs estão submetidos a outros tipos de impostos e taxas, como o IOF sobre transações, taxas sobre a venda de papéis e, claro, as taxas de custódia e também de corretagem, que podem girar entre 5 a 11% dos proventos.


Como comprar BDRs?


De acordo com o tipo do BDR, você pode solicitá-lo diretamente com sua corretora. É indispensável estar bem assessorado por um profissional analista de investimentos.

E se você trabalha em corretora e quer se especializar na área, é indispensável adquirir as certificações bancárias mais importantes, como CPA-20 e CEA.


Analisem juntos as possibilidades, informações, taxas e a performance daquela ação para definir o melhor cenário de investimentos.


Com a EA Banking School você se especializa em investimentos e provas de certificação para ingressar em uma das carreiras mais promissoras do mercado. Confira nosso blog para ficar por dentro de mais oportunidades!