• yveleda

Consultor financeiro – Conheça essa carreira promissora!

O que faz um consultor financeiro? Quem pode seguir essa profissão? Ela vale a pena? Essas são apenas algumas das perguntas mais comuns quando falamos de carreiras no mercado financeiro. Pessoas físicas e jurídicas percebem cada vez mais a importância do auxílio de um especialista financeiro, portanto, essa é uma opção que está em ascensão!

A EA Banking School é referência para quem deseja se especializar no setor econômico, por isso não poderíamos deixar de trazer um conteúdo repleto de informações sobre essa ótima oportunidade. Iremos passar por tópicos como a área de atuação de um consultor, requisitos e como se preparar para ser um. Continue a leitura e mantenha-se atualizado!

Confira também nosso post "Mudar de profissão (e de vida) aos 30 anos" e veja como nunca é tarde para construir uma nova carreira de sucesso!

Capa de post escrita "Afinal, o que faz um consultor financeiro e como ser um?"

Afinal, o que faz um consultor financeiro?

Esses profissionais são contratados por clientes para que façam uma avaliação geral das suas finanças e as organizem. Ou seja, a consultoria financeira serve para estabelecer metas, realizar corte de custos e traçar estratégias econômicas para determinada pessoa ou empresa.

O que caracteriza esse serviço e o faz ser tão necessário é o fato dele ser adaptado para cada realidade. Um consultor financeiro leva em conta as fontes de renda, os recursos guardados e, também, os gastos que cada cliente possui. Dessa forma, o planejamento feito é compatível com as necessidades e possibilidades de cada um.

Empresas também buscam muito profissionais dessa área para ajustar suas finanças e melhorar a margem de lucro alcançada a cada mês. As estratégias traçadas têm como finalidade alcançar um objetivo econômico estabelecido com cada cliente – nunca esquecendo de formular metas reais e alcançáveis.

Quais as responsabilidades de um profissional desse tipo?

A consultoria financeira é um campo complexo e cheio de possibilidades. Além de avaliar e desenvolver métodos para o crescimento financeiro de um cliente, existem outras funções atribuídas a esse profissional. Listamos quais são elas, confira:

  • gerenciamento de ativos;

  • alertar seus clientes sobre possíveis investimentos ruins;

  • definir um plano de negócios;

  • montagem de orçamentos;

  • buscar soluções para prováveis crises em decorrência dos investimentos;

  • desenvolvimento e acompanhamento dos relatórios financeiros;

  • gestão de ricos de futuros investimentos;

  • avaliação de bens e imóveis;

  • definição de perfil do investidor;

  • organização do fluxo de caixa;

  • planificação tributária.

Em casos da consultoria estar sendo direcionada para Pessoa Física, existem algumas outras atribuições para essas carreiras:

  • planejamento financeiro familiar;

  • planejamento da aposentadoria;

  • organização de metas pessoais e familiares.

Todos esses serviços visam a melhoria da realidade econômica de um cliente ou uma empresa. As técnicas utilizadas para chegar a esse objetivos são das mais diversas possíveis, pois cada um tem sua realidade em que determinadas opções são aplicáveis e outras não. É por isso que a definição do perfil de investidor é sempre uma das primeiras medidas tomadas após as primeiras avaliações, ela pode determinar todas as estratégias seguintes.

Em que área a consultoria financeira pode atuar?

Como a saúde financeira é uma prioridade de empresas de todas as áreas, é complicado delimitar setores que precisam desse serviço. Os consultores financeiros podem estar presentes nos mais diferentes locais do mercado ou, até mesmo, atuando para pessoas que não possuem um CPNJ, mas desejam cuidar de verdade de suas finanças.

Sendo assim, o consultor financeiro deve buscar se especializar no tipo de público que deseja atender. De uma MPE até grandes marcas distribuidoras, seus serviços serão úteis em todos os aspectos que tangem as economias dessa instituição. No entanto, cada um desses cenários terão necessidades específicas e irão reagir de forma diferente um do outro.

Quer aproveitar essa abertura do mercado, mas não sabe como ingressar nessa carreira? Não se preocupe, nós iremos te explicar!

Como se tornar um consultor financeiro?

Todas as áreas de atuação no setor financeiro, assim como muitos outros, possuem uma série de requisitos para um profissional que busca se destacar e alcançar o sucesso. Na consultoria financeira não é diferente, e existem algumas exigências e habilidades que você precisará ter para iniciar na área.

Ter formação na área financeira

Possuir um curso superior no ramo é uma das obrigatoriedades para quem busca se tornar um consultor financeiro. Bacharelado em Gestão de Finanças, Ciências Econômicas e Ciências Contábeis são algumas das opções inclusas nessa categoria. Elas garantirão conhecimento teórico e desenvolvimento de habilidades sobre o mercado monetário que vão além do senso comum. Essas competências fazem toda a diferença na hora de atuar nos casos de seus clientes.

É claro que ter especializações e outras formações que acrescentem a sua bagagem é importante. Por isso, confira nosso post sobre a diferença entre MBA e pós-graduação, e entenda qual a melhor para seu caso!

Obter as certificações necessárias

Existe uma regulamentação para quem deseja se tornar um profissional que oferece consultorias financeiras. A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) é a instituição responsável por manter a ordem entre os peritos que atuam em carreiras dos ramos que se conectam a essa área.

As certificações para esse profissional mudam de localidade para localidade, vamos citar três delas que permitem trabalhar tanto com o mercado nacional quanto o internacional. Saiba quais são:

  1. Consultor de Investimentos Registrado (RIA): para que possa gerir os ativos e investimentos de seus clientes;

  2. Certified Financial Planner (CFP): não é uma obrigatoriedade, mas prepara o profissional para atuar na área de consultoria;

  3. Chartered Financial Analyst (CFA): para quem deseja atuar como analista e consultor financeiro em âmbito internacional.

Possuir ou desenvolver habilidades específicas

Existem características e perfis de profissionais que se adequam mais a cada tipo de atuação. Esse tópico não traz itens obrigatórios, mas possuir essas habilidades que iremos listar pode te transformar em um consultor financeiro de sucesso. Confira quais são elas:

  • ter instinto de liderança;

  • ética profissional;

  • disciplina e vontade de aprender;

  • saber preparar o cliente para entender o mercado financeiro;

  • ser organizado;

  • conseguir reconhecer problemas nas finanças;

  • ter domínio da legislação ligada a essa área;

  • conhecimento de taxas e tributos;

  • amplo conhecimento do mercado financeiro;

  • ter aptidão para desenvolver relatórios.

Agora que você sabe o que faz um consultor financeiro, decida se essa é a área certa para você e comece a se preparar. O blog da EA Banking School possui excelentes conteúdos para te ajudar a se estabelecer como um bom profissional no setor das finanças. Acompanhe as publicações e se mantenha informado!