• Gustavo Calçavara

A diferença entre MBA e Pós-graduação: entenda uma vez por todas!

Não saber a diferença entre MBA e pós-graduação é mais comum do que se pensa. Mais usual é usar como duas dificuldades como estudos de um erro após a escolha, que pode colocar como obstáculos na hora da assertiva ainda um problema.

Pensando, e em simplificar de vez a diferença entre MBA e pós-graduação, já adiantamos que são modalidades absolutamente distintas , mas com as especificidades de cada uma delas que você só aprenderá no decorrer desse conteúdo. Venha ficar por dentro do assunto com a EA Banking School!


Pessoas em reunião com escrita "Entenda as diferenças entre MBA e pós-graduação

Existem diversos cursos de...


Então por que seria diferente na nova fase de aprendizado após ela? Tanto que os cursos de aprofundamento de aprendizado após a finalização da faculdade possuem diversas categorias – além das áreas distintas, é claro.

Para facilitar seu entendimento, queremos destacar desde já os diferentes tipos de cursos após a definição :

  • mestrado (profissional ou departamento);

  • doutorado (profissional ou aplicativo);

  • especialização;

  • aperfeiçoamento;

  • MBA.

Por que não foi citado a pós-graduação? Simplesmente porque todos os citados acima são tipos de pós-graduação , apenas considerados com profundidade diferentes. "Após a entrega" e "pós-graduação" podem ser apreendidos como entrega. Faz sentido, não é?


Tipos de pós-graduação


Dito então que uma pós-graduação é um curso de aprofundamento em conteúdo essencial para o desenvolvimento profissional por você escolhido, vale a pena entender quais são os tipos existentes de pós-graduação.

Nós sabemos que tudo ainda parece meio confuso, mas garantimos que você entenderá ao final do artigo!

Existem dois tipos de pós-graduação: as lato sensu e as stricto sensu. Vamos às singularidades de cada uma, e suas categorias – sim, há subdivisão, e esse é o pulo do gato para você entender a diferença entre MBA e pós-graduação!


1. Pós-graduação stricto sensu


O termo "stricto sensu" vem do latim e significa basicamente "sentido restrito" ou "sentido limitado" e isso quer dizer que esse formato de curso de aprofundamento que abarcará conhecimento restrito a algumas pessoas, ou aqueles que exigem muito estudo e planejamento .

As pós-graduações, então, são aquelas que são fornecidas o título de mestres e doutores , rigorosamente pela determinação e rigorosamente de conhecimento – e aprovação no processo seletivo.

Deste modo, as duas categorias de pós-graduação stricto sensu são:

  • mestrado : média de 2 anos, e exige a apresentação de dissertação em formato de tese para conclusão de curso de mestre e conquista do título no assunto;

  • doutorado : com duração média de 4 a 5 anos, exige maior profundidade de que a abordagem na dissertação e tese tem de ser elaborada de um ponto de vista inédito, ou seja, uma teoria inédita.

Vale destacar pode ser aplicado a profissional ou mestre, o que difere, o primeiro, o pesquisador e/ou professor, e não o segundo objetivo-se ensinar a aplicação de treinamento técnico, ao mestre, e não objetiva-se ensinar a aplicação de treinamento técnico ao mestre. desempenho no mercado de trabalho.

No caso do doutorado, é mais comum que quem o dedique-se a capacitação de estudos e professores de universidades.

O que é certo é que nas pós-graduações stricto sensu re recebe um diploma de mestre ou doutor , um título.


2. Pós-graduação lato sensu


Partindo da mesma premissa vem lato sensu também do latim e significa "sentido amplo", então esse formato de curso é mais amplo, acessível e de menor duração .

Isso quer dizer que o profissional que o faz não se capacita de verdade? De forma alguma!

Os cursos lato sensu normalmente têm duração mínima de 360 ??horas e também exigem uma defesa de um projeto nesse caso não há necessidade de ser uma tese ou algo inédito. TCCs de artigos são usuais para o fornecimento de um certificado de conclusão do curso .

O objetivo desse formato-graduação é garantir a melhor colocação no mercado de trabalho.

Os tipos de cursos lato sensu podem ser, então:


Certificado de pós-graduação


cursos são oferecidos aos profissionais recém-graduados e em início de carreira, visto que estes são fornecidos para o desenvolvimento de materiais de apresentação apresentados como basilares.

Um exemplo super interessante seria o recém-criado em finanças que quer entender mais profundamente sobre Banking e, isso, opta por realizar uma pós em Finanças e Banking para melhor se qualificar para o mercado de trabalho.


Especialização


Esses, curiosamente, são os mais chamados de graduação, e isso se dá justamente por conta de dois pontos: a atualização e aprimoramento de conhecimentos na área específica de atuação e destaque no currículo que o certificado de especialista fornece.

Assim, é correto afirmar que a especialização é uma pós-graduação já que como demonstrado, é realmente um curso realizado após uma realização. Mas, você que já entendeu que todos são formas de pós-graduação também pode interpretar a forma mais científica e acadêmica – é um tipo de pós-graduação lato sensu.

A formação singular que deseja ser sem necessidade de especialização seja precisa, ou seja, que ela nem seja precisa, ou seja, uma ótima ideia para quem mudar de carreira aos 30 ou apenas aprender mais e se atualizar de tempos em profissionais.

Trabalhar com exemplos deixa tudo mais fácil, então vamos lá:

Estamos trabalhando que você, bancário, observa um crescente do universo das criptomoedas e investimentos em ativos digitais e quer mais sobre o assunto e, para isso, acredita que uma pós-graduação em Blockchain pode ajudar. Perceba: é um formato de especialização lato sensu, ou seja, mais ampla, disponível com nomenclatura de pós-graduação.


MBA - Master in Business Administration


Esse é um formato de pós-graduação lato sensu super indicado para uma área gerencial, administrativa e de negócios , ou logo, sendo muito procurada por empreendedores e profissionais que atuam no setor corporativo e ocupam – ocupam ocupam – cargas de liderança na empresa ou na sociedade .

Vale destacar que o não segue só o viés empresarial, haja vista que são áreas de atuação empresarial.

Para ser capaz de analisar de forma assertiva os ambientes macroeconômico e financeiro, por exemplo, um MBA em Investimentos, Finanças e Banking é capaz de qualificar para uma carga de liderança.


Afinal, então, qual a diferença entre MBA e pós?


Só para que não restem dúvidas, a diferença principal entre MBA e pós-graduação pode ser interpretada por duas frentes:

  1. O MBA é um pós-graduação para sensu , tipot para cargas de liderança e destaque como gestão na atuação mercadológica);

  2. O MBA não é uma especialização – que por sua vez é comumente chamada de pós-graduação, mas também é uma forma de aprofundamento de conhecimentos para melhor desenvoltura no mercado de trabalho.

  3. Todo curso feito após uma oferta pode ser considerada uma pós: mestrados, doutorados, especializações e o próprio MBA!

Nós já sabíamos da importância dos estudos para ter uma carreira de sucesso no mercado financeiro , e você? Agora, além de entender isso máximo você ainda pode escolher de acordo com seus objetivos!